Vigilância em saúde: É possível inspecionar insumos hospitalares sem tecnologia?

No Brasil, existem mais de 6.700 hospitais (fonte Confederação Nacional de Saúde Nov/2016), com um alto volume de cirurgias realizadas mensalmente. Para atender com qualidade todos esses procedimentos, existe toda uma preparação para utilização do material cirúrgico, assistencial e de diagnóstico.

Para  que isso ocorra de forma segura, é necessário na estrutura hospitalar a existência de um Centro de Material e Esterilização (CME) equipado e voltado para fornecer, de maneira ampla e segura, todos os materiais essenciais para a realização de cirurgias, exames, curativos, e outros insumos.

Já para as empresas que distribuem os insumos hospitalares, é necessário uma série de controles e registros desses materiais, de forma a garantir que os produtos estejam dentro da validade, tenham registro adequado e estejam em condições de serem utilizados nos pacientes, se precavendo contra riscos na utilização desses materiais.

Você já refletiu para saber se sua empresa está preparada e informatizada para sobreviver no mercado atual? Todos nós sabemos que para atender com qualidade e ter lucro, todas as empresas precisam de controle!!! O Fisco, a ANVISA e os Clientes Finais estão cada vez mais exigentes!

Utilizando um sistema informatizado, toda a cadeia de fornecimento pode evitar muitos prejuízos, melhorando o fluxo de material, os custos, permitindo maior controle, qualidade dos serviços realizados, controle dos insumos, teste e manutenção dos materiais, bem como o armazenamento e inventário, garantindo a otimização dos serviços.

Utilizando-se tecnologia nas empresas, todo o ecossistema da saúde, desde a fabricação, distribuição até os hospitais e clínicas, permitirá à população serviços com mais qualidade e mais segurança aos pacientes, estando em conformidade com as diretrizes da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e Ministério da Saúde.

Existem sistemas hoje muito modernos, até Aplicativos para Smartphones, que fazem o inventário e consumo de materiais cirúrgicos online, fornecendo para o distribuidor de materiais médico-hospitalares maior agilidade e controle de seus materiais consignados. É a tecnologia atual em prol da sobrevivência num mercado tão competitivo.

No Brasil temos muitas obrigações Fiscais e Tributárias e isso é uma preocupação extra para os empresários do setor. Nesse quesito, ter um sistema ERP especialista na área da Saúde faz toda a diferença, pois através dele a empresa tem mais segurança para apresentar as escriturações digitais ao Fisco de forma consistente. O ERP tem por obrigação convergir todas as informações para a área Contábil automaticamente, evitando retrabalhos e falhas em tributações nas Notas Fiscais recebidas e emitidas.

A Visto Sistemas, empresa de soluções de TI especialista na Área da Saúde, possui em seu portfólio de produtos a Solução VIGIX, uma ferramenta pioneira e moderna desenvolvida para controlar e gerenciar a segurança sanitária nas empresas. O VIGIX é uma suíte completa de soluções para que as empresas possam atender as exigências da ANVISA no que tange as boas práticas de fabricação, distribuição, controle, RDC16, RDC185, RDC 47, RDC 48 entre outras. Também fazem parte do portfólio, o ERP CallistoVM System e App de Consumo Cirúrgico e Inventário, este último novidade no mercado da Saúde.

Um comentário em “Vigilância em saúde: É possível inspecionar insumos hospitalares sem tecnologia?”

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *